[ editar artigo]

7 dicas para dormir melhor e realizar treinos mais efetivos

7 dicas para dormir melhor e realizar treinos mais efetivos

Dormir bem e o suficiente é essencial para atletas, tanto para se recuperar quanto para se preparar para treinamento e competição. Além de influenciar nas funções biológicas e cognitivas, tem impacto direto na performance.

Porém distúrbios do sono são muito comuns entre atletas. Quem nunca teve dificuldade em pegar no sono ou dormiu mal por ansiedade, excesso de cafeína, barulho no quarto, entre diversos outros motivos?

Por isso, atletas devem focar em utilizar uma boa higiene do sono para potencializar a qualidade do sono e consequentemente o desempenho esportivo.

 

Estratégias para melhorar o sono:

  1. O quarto deve estar frio, escuro e quieto. Máscaras de dormir e tampões de ouvido podem ser úteis em viagens.
  2. Crie uma boa rotina de sono tanto indo para a cama quanto acordando sempre no mesmo horário.
  3. Evite assistir TV na cama, usar o computador ou celular na cama e também conferir o relógio com frequência. Uma boa estratégia é deixar o celular fora do alcance e em modo noturno já minutos antes de se deitar.
  4. Evite cafeína aproximadamente 4-5 h antes de dormir (esse tempo pode variar entre cada indivíduo).
  5. Não vá para a cama depois de ter consumido muito líquido, pois pode resultar em acordar para ir ao banheiro
  6. Cochilar durante o dia pode te ajudar, porém, geralmente cochilos devem ser de até uma hora de duração e não muito perto da hora de dormir, para não interferir no sono
  7. Aromaterapia tem sido cada vez mais usado entre atletas. Experimente pingar no travesseiro antes de dormir uma ou duas gotas de oléo essencial, por exemplo de lavanda, camomila romana, laranja ou ylang ylang

 

Use essas estratégias que com certeza você melhorará seu sono e também seu desempenho!

Bons sonhos e bons treinos!

 

Foto: Canva

Esporte & Movimento
Renata Sander
Renata Sander Seguir

Atleta de alto rendimento de natação, 3x medalhista Copa do Mundo FINA e 23x campeã brasileira. Fisiologista do Exercício (ASCM). Formada nos EUA em Ciência do Exercício e Movimento com Especialização em Treinamento, e no Brasil em Educação Física.

Ler conteúdo completo
Indicados para você