[ editar artigo]

A terapia manual como coadjuvante no treino físico

A terapia manual como coadjuvante no treino físico

Dentro de meus 30 anos como terapeuta manual, aprendi muito em associar meu trabalho aos colegas profissionais de educação física. Hoje, como fisioterapeuta e osteopata, posso perceber ainda mais essa importância na parceria entre profissionais, onde quem ganha sempre é o aluno/cliente.

Leia também em: Você sabe a importância da Fisiologia do Exercício para o Fisioterapeuta?

Muitas vezes o ganho de massa ou o exercício propriamente dito fica estacionado em razão de alguma dor ou lesão. Nesse momento podemos agregar o conhecimento fisioterapêutico e manual onde, com pequenos ajustes e técnicas, a recuperação se torna mais rápida e o profissional de educação física pode retomar o desempenho de seu aluno.

Nossa contribuição na terapia manual vai desde de um ajuste articular até técnicas de analgesia. Através da osteopatia, cinesiologia, terapias complementares etc, alcançamos resultados que contribuem para o sucesso do treino proposto.

Se faz urgente hoje que haja mais parcerias entre as carreiras voltadas para exercício e reabilitação, onde ao contrário de concorrência possa gerar um atendimento multidisciplinar em favor do aluno.

Hoje, possuo uma relação muito satisfatória com educadores físicos, nutricionistas e médicos que em parceria têm alcançado excelente resultado.

#ficaadica
 


Participe: [KIT ESPORTE E MOVIMENTO] Por essa você não esperava, né?

Esporte & Movimento
Ricardo Timm
Ricardo Timm Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você