[ editar artigo]

Carreira na Educação Física, onde ir?

Carreira na Educação Física, onde ir?

 

Difícil iniciar uma pauta como essa baseado em dados e gráficos por estatísticas. Então, utilizando as minhas experiências e de meus colegas da área, vamos falar sobre CARREIRA na Educação Física.

Não fazem muitos anos, o mercado era outro. De forma estreita, pouco valorizada e com rótulos que não acabavam. Os profissionais eram vistos como os “rola bola” das escolas, preparação física em um clube esportivo e/ou professor de um salão de musculação (os caras que não faziam nada e só dava atenção para as bonitinhas – rótulo).

Leia também: O que é cadência? 

Claro que internamente, existiam inúmeras áreas, com diferentes remunerações e com um perfil bem diferente, mas não era isso que chegava ao vestibulando.

Aqueles que entravam para a Educação Física tinham, além de paixão pelos esportes, uma grande vontade de fazer a diferença. Todos entravam com a leve sensação de mudar o mundo. Com pouco tempo, mudaríamos de ideia.

Como uma onda, o wellness e o fitness ganharam espaço na mídia e na vida das pessoas. O assunto dieta, já não era para os chatos. Carregar marmita já não era tão vergonhoso e praticar atividade física foi virando quase que um estilo da moda.

Com o aumento dos adeptos e a redução dos rótulos, a Educação Física, Nutrição e Fisioterapia começaram a se expandir. Aquelas inúmeras áreas ainda desconhecidas pelos leigos, eram as próximas vagas a serem disputadas.

Leia também: Educação Física não tem receita!

Turmas e mais turmas se formando e uma série de professores sem nenhum tipo de preparação chegando ao mercado. Iniciou-se a guerra entre os desinformados, ilegais, o famoso “ele não sabe nada, quem sabe sou eu”, bons profissionais, as elites, os fisiculturistas, os pré men's physique, os old school, os estagiários com pressa de ganhar o seu e a turma dos “ratos” de academia que acreditavam piamente serem cientistas no assunto.

Mas o fato é que essa fase fez com que os contratantes buscassem mais informações, lógico que a internet colaborou significativamente, iniciando assim um processo de peneira.

Vários novos métodos de treinamento, novos formatos de academia, diferentes aulas, atividades que só víamos na gringa e a possibilidade de trabalhar com MOVIMENTOS.

Profissionais que dispararam seus conhecimentos na internet e a falta deles também, mas que com pouco tempo, o reboliço acontecia. Conhecimento qualificando, o que antes a estética o fazia.

Hoje vivemos um momento muito atípico, uma pandemia de grande escala que mudou completamente o cenário de quase todas as profissões. Não fora diferente com a Educação Física.

Leia também: Pós-pandemia e atividade física: Qual será o cenário?

Centenas de aulas ao vivo gratuitas, o treino funcional sendo o queridinho de casa… o conteúdo digital. Não era segredo para ninguém, que esse seria mesmo o futuro, mas alguém resolveu fazer o natal mais cedo.

Estamos diante um mercado gigantesco, em que os profissionais ainda estão tendenciados a repetir, copiar e ganhar seu espaço na subida da montanha.

Mas o fato é que se abriu uma rodovia de oportunidades, escaláveis e com o poder de alcance nunca antes imaginável. Além do valor que os profissionais ganharam nesse percurso, o leque se abriu. Difícil uma área com tantas ramificações dentro do digital. Desde mentorias, cursos, personal virtual, até aulas por assinatura ou live com convidados.

Em menos de 7 anos, uma transformação acontecera. Tudo muito novo, muito em fase de teste, apesar de outras coisas já em pleno funcionamento.

De fato, a carreira dentro da Educação Física está em grande acessão, limitada pelo “mais do mesmo” e carente pela inovação. Trabalhar com o outro já não tem mais a ver com “o que acho que ele precisa”, mas sim a relação completa do “qual problema ele tem e eu posso resolver”.

O mercado está sedento por bons profissionais, por criativos e verdadeiros. Que resolvam problemas e que não se prendam à estética ou o ideal.

É uma carreira com uma longa caminhada, inúmeras rotas, dezenas de objetivos, mas com um fim: tornar melhor o que sempre pode melhorar.

 

Israel Namorato

CREF: 030312-G/MG

instagram: @israelnamorato

Esporte & Movimento
Israel Namorato
Israel Namorato Seguir

Te ajudo não só a praticar esportes, mas a vivenciar cada um deles e ultrapassar seus limites. Multi esportista, caçador de desafios. Treinador Virtual

Ler conteúdo completo
Indicados para você