[ editar artigo]

Os esportes coletivos estão perdendo força?

Os esportes coletivos estão perdendo força?

Nós estamos passando por um momento difícil de pandemia causado pela COVID-19. Além das fatalidades que nos atingem, a necessidade de distanciamento social causaram grandes mudanças sociais do dia para a noite —  mas será que essas transformações também alcançaram o segmento do fitness? Bom, é sobre isso que vamos falar hoje!

Leia também em: Como agilizar a recuperação muscular dos praticantes de CrossFit

O mundo muda o tempo todo!

Um fato é, não estávamos preparados para as mudanças causadas pelo vírus, mas essas mudanças aconteceram. Hoje temos aumento do trabalho remoto, crescimento das compras onlines entre outras coisas, mas e no meio fitness? Bom vou mostrar algumas informações que vão explicar como ocorreram as mudanças nesse ramo.

Segundo a Sport Track (2020), a busca por exercícios para serem feitos dentro de casa aumentaram 200%, o aumento de interesse por ciclismo aumentou 144%. Porém, segundo essa pesquisa, o número de pessoas que praticam atividade física não aumentaram na mesma proporção que o aumento da prática dessas atividades. Ou seja, as pessoas mudaram o tipo de atividade física que praticam e isso surge como oportunidades para nós profissionais de educação física.

Mas será que isso se manterá quando voltarmos ao “novo normal”? Existem algumas projeções que essas buscas podem se manter ou até aumentar. Segundo o professor Marco Antônio do centro universitário Unileão, a busca por atendimentos e acompanhamentos remotos devem se manter após a pandemia. É bem provável que os profissionais que identificarem essas oportunidades vão se destacar nesse novo ramo.

Mas há controvérsias em relação a isso, pois sabe-se que muitos pararam de praticar as atividades coletivas pelo fato de evitar aglomerações, esperando pela vacina e começaram a praticar por se sentirem mais seguros contra à COVID-19. Agora a dúvida que ainda temos é se essas pessoas que se mantiveram ativas e trocaram as atividades coletivas pelas individuais, será que elas vão se manter nessa rotina no pós pandemia?

O que sabemos é que os hábitos não voltarão a ser como eram antes da pandemia, o mercado ainda está muito incerto e várias possibilidades de reinvenção vão surgir. Por isso, estar atento às novas tendências do mercado é essencial. Não deixe para se atualizar quando uma nova tendência se tornar realidade, sempre busque pesquisar e vivenciar práticas novas que estão surgindo.

Sabemos que vivemos em um mundo VUCA (Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo) —  leia mais em: O mundo VUCA e o mundo BANI estão aí, mas você sabe o que isso significa? —  e que para se manter ativo no mercado, diversas habilidades e competências devem ser adquiridas constantemente. Além disso, a pandemia nos trouxe ainda mais incertezas sobre o amanhã. Por isso, sempre se capacite, e tenha em mente que mudanças virão, sejam boas para você ou não.

Leia também em: CINTAS MODELADORAS: USAR OU NÃO?

Sempre se reinvente, pois a reinvenção é a capacidade de lidar e se adaptar às mudanças, então sempre encare isso como novos desafios e busque superá-los. Após superar um desafio, novos desafios e novas mudanças serão necessários, sempre tenha em mente que isso é um processo contínuo mas que trará grandes resultados.

Por hoje é isso, muito obrigado e nos veremos mais vezes!

 


Referências:
https://istoe.com.br/
https://www.b9.com.br/


Marcos Vinícius de Paula Santos
Instagram: @marcos.depaulaa
Linkedin: /marcosviniciusdepaula/

 

 

 

 

 

 

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você