[ editar artigo]

Triathlon para todos... como iniciar?

Triathlon para todos... como iniciar?

O triatlo (palavra grega que significa um evento atlético com 3 modalidades), mais conhecido hoje como triathlon, teve sua primeira aparição com o formato moderno (nada, pedala e corre) em San Diego na década de 1970, porém a primeira prova organizada foi realizada no Havaí em 1978. Somente no ano de 2000, em Sydney, estreou nos Jogos olímpicos. – dados fornecidos pelo Wikipédia e Mundo Tri.

 

Como começar a praticar?

Imagem: depositphotos 

Como qualquer modalidade esportiva, o ponta pé inicial gera um certo pânico, agora imagina um esporte que engloba 3 modalidades! Eu diria: “UAU que FANTÁSTICO”! eu diria isso se você me dissesse que iria começar, agora se você falar para qualquer conhecido, não será essa a frase e sim: “Você ENDOIDOU, está MALUCO”!

Bem, se você já ouviu essa frase em algum momento, está criando coragem para iniciar, já tomou a sua decisão que irá fazer um triathlon e não sabe por onde começar, se você já está treinando ou até mesmo se você é um profissional da área e gosta de endurance, separei 4 dicas que vão lhe ajudar nesse esporte que para mim é mais que um desafio, é um verdadeiro estilo de vida.

Confira essas 4 super dicas:

DICA Nº1 – Comece com o básico (o feijão com arroz sempre funciona)

O triathlon é um esporte que envolve 3 modalidades (natação, ciclismo e corrida) o famoso 3 em 1, então não adianta você querer realizar as 3 se ainda não faz nenhuma. Se você já pratica uma delas que ótimo, se não pratica comece por aquela que você tem mais facilidade de realizar e que consiga ter consistência nos treinos. A consistência é um aliado muito importante para seu desenvolvimento no triathlon. A partir do momento que você já está realizando uma, passe depois para segunda, assim até chegar na terceira e conseguir encaixar na sua rotina as 3 modalidades.

 

DICA Nº2 – Um degrau de cada vez (não encha o olho mais que a barriga)

O desafio é o que mais fascina esse esporte, como seres humanos e atentados por superação, muitas vezes damos o passo maior que a perna, por isso curta e aproveite toda a jornada. Como um bom maratonista que não começou correndo 42KM e sim iniciou nos 5K, depois foi para os 10K, fez uma meia maratona de 21K, até chegar aos 42KM... procure também galgar cada etapa dentro desse esporte, o Ironman é uma grande vitrine, mas tenha certeza de que se respeitar o processo terá muito sucesso no triathlon. Abaixo segue as principais distâncias:

  • Sprint ou Short: 750 metros de natação / 20 km de ciclismo / 5 km de corrida
  • Triatlo Olímpico ou Standard: 1,5 km de natação / 40 km de ciclismo / 10 km de corrida
  • Meio-Ironman ou Ironman 70.3: 1,9 km de natação / 90 km de ciclismo / 21 km de corrida
  • Ironman: 3,8 km de natação / 180 km de ciclismo / 42 km de corrida

 

DICA Nº3 – Menos é mais (é sobre qualidade e não quantidade)

O triathlon como qualquer esporte de endurance requer sim bastante treino. Quando digo “bastante” digo no sentido de “treinos suficientes” e não “infinitos treinos”. Ter treinos suficientes envolve muitos fatores e trabalhos de outros profissionais. Você precisa treinar com certeza, mas precisa também ter uma boa alimentação, um bom sono, recuperação, respeitar o dia de descanso... tudo isso entre outras considerações resultam em uma vida longa nesse esporte.

O triathlon não é impossível de realizar quando se tem qualidade em seus treinos. Você não terá que ficar nadando quilômetros até enrugar todo corpo, o dia inteiro sentado em uma bike, ou ficar correndo até ter cãibras nas pernas. Você precisa treinar com qualidade.

Qualidade diz respeito a utilizar de forma correta e consciente, o volume e intensidade de acordo com cada fase de sua periodização,  diz respeito a respeitar o intervalo de descanso entre uma sessão e outra de treino, diz respeito a utilizar o substrato correto antes, durante e após cada sessão de treino, diz respeito a fortalecer, liberar e recuperar cada estrutura do seu corpo para que esteja pronta para a próxima sessão... enfim, é deixar seu corpo mais inteligente para otimizar os resultados, prevenir lesões e para você realmente curtir o triathlon.

 

DICA Nº4 – É sobre o motor e não o material (não adianta ter uma FERRARI com motor de FUSCA)

Muitas pessoas não praticam triathlon por 2 motivos: o primeiro por medo e o segundo por ser um esporte muito caro. Posso lhe ajudar com esses 2 fatores:

O primeiro motivo, o medo. Acredito que tudo na vida nos dá medo, insegurança, frio na barriga. Enfim, temos medo daquilo que não conhecemos ou que nunca experimentamos, temos medo por imaginarmos cenas ou episódios criados em nosso subconsciente por algo que foi dito para nós, temos medo do nosso próprio medo que criamos sem ao menos vivenciar,... então o primeiro passo é dar chance para experimentar. Experimente antes de criar qualquer barreira dentro da sua cabeça e dê uma chance ao novo.

O segundo motivo, um esporte muito caro. Nesse eu concordo com você quando olhamos para o “ter” e não o “ser”. Para você "ser" um triatleta você não precisa "ter" o melhor equipamento, mas sim ter um ótimo motor, e nesse caso o motor é o seu corpo. O equipamento é algo que conforme você vai evoluindo e sentindo a necessidade você vai investindo, ou seja, o primeiro passo é treinar, é preparar o motor para aí sim num segundo momento e de acordo com sua evolução você investir gradativamente para melhorar sua performance.

O mais legal é que nesses dois casos você não precisa estar sozinho. Hoje temos muitas assessorias e profissionais competentes que podem lhe ajudar nessa jornada. O acompanhamento de um profissional especializado que una a teoria à prática faz toda a diferença.

Lembre-se sempre que, apesar do triathlon ser um esporte individual, fazer parte de um time faz com que você consiga ter mais sucesso, afinal “sozinho eu vou mais rápido, mas juntos nós vamos mais longe”.

Comece agora mesmo a praticar triathlon e tenha uma experiência incrível com esse esporte que une desafio, emoção e superação.

 

Imagem capa: mundotri

Esporte & Movimento
RAFAEL PEREIRA
RAFAEL PEREIRA Seguir

Bacharel em Educação Física. Especialista em Bioquímica, Fisiologia,Treinamento e Nutrição Desportiva(LABEX) e Metodologia do Treinamento do Triathlon(FEF) - UNICAMP. Coach Carol Furriela Team - CEO Coachbike - Triatleta Amador - CREF: 146582-G/SP

Ler conteúdo completo
Indicados para você